• Newbrand

Porque NÃO usar template



Sempre foi fácil encontrar templates de PowerPoint para baixar na Internet (geralmente são grátis, mas alguns são pagos), provavelmente nossas tias usaram muito para nos enviar aquelas apresentações terroristas que causaram o ódio do mundo ao PowerPoint, e nos dias atuais até tentaram profissionalizar o “templates grátis” com grandes promessas, mas apresentações não são tão fáceis assim – quer saber por que não usar template?

Limite de criatividade Eles ditam as regras, você trabalha rodeado de limites: o título só pode ter uma fonte específica determinada por ele (você será salvo desde que você tenha a mesma fonte, ou então você se arrisca a ter uma surpresa desagradável no design), você se limita a escrever com a quantidade de texto e tópicos já configurados, as imagens são genéricas e de pouca personalidade, o slide geralmente é padrão 4:3, etc. – trabalhar com templates é como brincar com o cubo do Hellraiser, portanto que tal buscar sua liberdade criativa com uma apresentação profissional e não se prender a formatos padronizados? Cada apresentação possui um perfil de comunicação e objetivo distinto, portanto trabalhe sua apresentação de acordo com suas características ao invés de forçar a barra em um material que nada expressa.

Aparência pobre O mundo inteiro saberá que você está utilizando um template. Por quê? Porque templates tem aparência de templates: a combinação de cores, os espaços delimitados e muito semelhante entre cada slide, até mesmo a fonte escolhida (pois precisa ser fonte que o sistema reconheça), tudo é característica de um template e, principalmente, não expressa você ou sua mensagem, pois é um material tão comum que serve para qualquer profissional ou qualquer empresa, sem personalidade alguma.

Cansativo Templates encorajam as pessoas a inserirem a maior quantidade de informações em um único slide, sem contar que eles não possuem suporte para tirar dúvidas, e o que acontece? Slides com a configuração errada, saindo dos limites padronizados, tudo pela preocupação de se ter menos slides – porém não adianta ter pouco slide porém cada um deles conter uma epístola, certo? E mais: slides cheios de texto não despertam a atenção de ninguém, dispersam a audiência e tampouco geram empatia e engajamento do público com o material, pois as pessoas esperam ver imagens, formas ilustrativas de se passar uma mensagem, e templates não são o colírio dos olhos da audiência.

Previsível Por serem padrões, não existem surpresas criativas durante a apresentação, pois todos os slides possuem sempre os mesmos elementos, nas mesmas cores e posições, com a mesma superlotação de conteúdo se espremendo nos espaços padronizados. E quando entra uma foto? Ela entra no meio do slide (geralmente pequena ou, se em tela cheia, com a qualidade tão ruim que você nem sabe o que está olhando), com o restante dos elementos padronizados etc. Você já viu templates no colégio, na universidade, e agora está vendo dentro de empresas e grandes eventos? Infecção de templates.

Portanto, quando você tiver uma apresentação importante para fazer, pense duas vezes sobre a fonte de sua produção, pois muitas vezes uma apresentação possui grande carga de responsabilidades como inovação, personalidade e impacto visual – características que você não conseguirá comprando um template.

Precisando de apresentação impactante que realmente faça a diferença? Fale conosco.

#photo #Apresentaçãoprofissional #marketing #Comunicaçãocorporativa

28 visualizações
Newbrand Comunicação, branding, design